Luiza Trajano comemora o sucesso da economia fechando lojas do Magazine Luiza

No começo do ano, Luiza Trajano, presidente do Magazine Luiza, causou comoção nas redes sociais ao participar do programa Manhattan Connection. Eu comentei o caso, em detalhes, AQUI.

Mostrei na época que, a despeito de muitos ignorantes terem feito barulho porque ela SUPOSTAMENTE humilhou o Diogo Mainardi, não houve nada disso – pelo contrário, o Mainardi estava certo.

Pois bem, ontem duas notícias foram amplamente divulgadas e ajudam a PROVAR que a Luiza Trajano falou besteira.

A primeira notícia diz respeito ao pífio desempenho da economia brasileira. Eis aqui um trecho de uma reportagem publicada no Globo (íntegra AQUI):

O fraco desempenho da economia no primeiro trimestre fez com que o Brasil ficasse na 23ª posição entre as economias que mais cresceram no mundo neste início de ano, de acordo com ranking elaborado pela Austin Rating. Entre os países latino-americanos, o Brasil superou o México (1,8% de alta do PIB na comparação com o primeiro trimestre de 2013), mas está atrás do Peru, o sexto colocado, com expansão de 4,8%, e do Chile, cuja economia avançou 2,6% no período.

O IBGE divulgou nesta sexta-feira que o PIB (soma de bens e serviços produzidos) do país teve crescimento de 0,2% de janeiro a março deste ano, na comparação com o quarto trimestre de 2013, e de 1,9% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

A segunda notícia é que, inclusive por causa desse desempenho pífio da economia, o Magazine Luiza decidiu fechar 9 lojas (por enquanto). A informação oficial está AQUI (trata-se do comunicado ao mercado que os acionistas, como eu, recebemos).

Enfim, o que resta mais do que comprovado é que a Luiza Trajano falou bobagem no programa. Ela estava elogiando a economia do Brasil, dizendo que o Diogo Mainardi era pessimista etc. Na verdade, ela é que tenta tapar o Sol com uma peneira furada: a economia do Brasil está numa situação clássica de ESTAGFLAÇÃO – ou seja, atividade econômica estagnada mas com índices de inflação elevados.

Mais uma vez: uma coisa é ela, Luiza Trajano, gostar da Dilma e/ou do PT (o que, na verdade, é uma burrice, já que a Dilma e o PT odeiam empreendedores, odeiam economia de mercado; eles querem um Estado totalitário, que não tem espaço para livre mercado, concorrência, nada disso. Então, é o caso do judeu que ama Hitler, ou do gay que idolatra Che Guevara: burrice mesmo). Outra coisa, bastante diferente, é ela falar essas bobagens que ela falou (e sustentou posteriormente) em nome da empresa da qual ela é presidente. A empresa tem centenas, milhares de acionistas (eu, inclusive). Como presidente da empresa ela precisa ser mais inteligente e menos baba-ovo.

A presidente da empresa tem a obrigação de ter uma visão clara do mercado, para tomar as decisões mais adequadas para os objetivos da empresa – seja aumento de market-share, seja aumento da lucratividade.

Conclusão: novamente, o tempo tratou de expôr a Luiza e seus equívocos.

Firefox 5