ENADE 2009 (4)

Continuo, aqui, tratando não apenas do ENADE mas também – e principalmente – dos problemas que o exame (com o nome que tiver, seja “provão”, seja “enade”, seja “rebimboca-da-parafuseta”) deve considerar.

E vou aproveitar o post para ser mais intimista.

Explico: as fotos a seguir são uma pequena amostra daquele momento em que eu, como professor, SOFRO em demasia. Momento de corrigir provas e trabalhos.

Vamos às imagens, e eu volto logo depois.

 
Por enquanto, apenas a bagunça na minha mesa…… Para descontrair….
Mas vamos ao principal agora: quando eu escrevi que os alunos UNIVERSITÁRIOS sofrem de analfabetismo funcional, eu NÃO estava brincando.
Eis algumas preciosidades que estive lendo nos últimos 2 dias:

Sim, caro leitor. Numa prova de marketing, tive que ler que “o preço pode ser um CHAFARIZ“.
Imaginei a cena de um chafariz que, ao invés de jorrar água, jorra cifrões !!!!!
Vamos seguindo:



SUAS CURIOSIDADE é um termo bonito, não ?!

Vemos aqui em cima um erro ABSURDAMENTE comum: verbo conjugado no singular, mas com sujeito no plural…. “OS PANFLETOS É“.
Um estudante do terceiro grau, que pretende ingressar no mercado de trabalho e ascender profissionalmente deveria saber conjugar algo tão simples, não ?!

Na mesma linha de raciocínio, tive que ler, agora, “OS CONSUMIDORES VAI TER ACESSO…..” a alguma coisa.

Não se pode esquecer, também, daquelas palavras que as pessoas acham que devem “misturar” línguas diferentes – geralmente inglês e português. Aqui, aparecem os “QUIOSKES“, que mistura português com…… sei lá, esperanto ?!

Temos outra categoria: o uso de sujeitos regendo verbos ABSURDOS:

Vejam lá: “O PRODUTO ABORDARÁ principalmente mulheres……”. Alguém imagina um PRODUTO abordando uma pessoa ?!
Eu posso ser abordado por um sabonete na rua ?
Você poderá ser abordado por um frasco de desodorante na próxima vez em que parar num semáforo !!!!! Cuidado !

Temos agora outro problema “clássico”: as pessoas, no geral, não sabem usar CUJO/A(S), e afins:

Nem vou entrar no mérito de erros “menores” (serão mesmo?), como ADOLECENTES, MENSIONADO, e outras coisas assim.
Agora……. dois absurdos me fizeram rir por algum tempo.
O primeiro foi o do “chafariz” lá do começo.

O outro, para finalizar, foi este aqui:

Sim, a despeito da qualidade ruim da imagem (usei a câmera do celular, devido ao excesso de papéis em cima do scanner), está escrito ali: “A NÍVEL DE INTRETERIMENTO E NOTICIÁRIOS“.

Eu quase caio da cadeira.

Mas quero retomar o seguinte: um teste ruim como o ENADE consegue lidar com estudantes do segundo ano de Administração que escrevem esses absurdos ?!

Antes que alguém afirme que estes problemas são a exceção, aviso: NÃO SÃO.
Os erros que apontei aqui são a pontinha do iceberg. Tenho muitos outros – mas tomaria um tempo absurdo reuni-los todos.

Mas garanto: são piores.
No seguinte aspecto: mais grave do que erros de concordância, regência, ortografia e afins (não que estes não sejam graves, SÃO!) são os erros e despautérios de lógica – que só podem ser detectados em frases mais longas.

Mas acreditem: eles existem, e são IMENSA MAIORIA.

Infelizmente.

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s