Desespero sem causa

Para quem acompanha este blog há algum tempo, não há muitas novidades no que vou narrar agora.

Contudo, aos “novatos”, haverá descobertas ótimas.

Meu intuito, com este blog, nunca foi o de chamar a atenção pelo histerismo. Audiência a qualquer custo, tampouco.

Porém, a blogosfera é um reduto de PTralhas que recebem o “bolsa-orkut” (e variantes) para espalhar mentiras, bobagens, acusões falsas e absurdos pela web. Infelizmente, tem gente que acredita.

Em Janeiro deste ano, um certo Eduardo Guimarães (que me era um ilustre desconhecido até então), e uma discípula bem tapadinha (Lilith), tiveram uma boa chance de mostrar algum conteúdo. Não conseguiram. Por parte da discípula acéfala, aliás, apenas restou histeria. Vejam os detalhes AQUI.

Agora, vou pular aproximadamente 6 meses.

Em Julho, durante (curtas) férias, estava lendo alguns blogs, e acabei fazendo comentários AQUI.

O dono do blog, Carlinhos Medeiros, começou a responder aos comentários, mas quando foi confrontado com argumentos e questionamentos um pouco mais “complexos”, desistiu. Preferiu, como os PTralhas costumam fazer, partir para ataques pessoais.

Alguns dos trechos que eu destaco:

  • Sobre as outras baboseiras que você escreveu, as ignoro, pois não me falta a percepção de que são frutos de uma mente esquizofrênica, alimentada por anos e anos de leituras inadvertidas.
  • Você se comporta como um extremista ultraconservador de direita, capaz de matar à dentadas um comunista.
  • Se você for de fato um professor, deve ensinar aos seus alunos a odiar Lula, o PT e as esquerdas, não tem como você escapar. Você exala ódio pelos poros, sinto o seu bafo daqui.

O mais engraçado é que o indivíduo não conseguiu entender a democracia ainda:

Tenho acompanhado seus passos na blogosfera, e confesso que fiquei surpreso quando linkou o “Pensamento Livre” na “Casa da Mãe Joana” um blog que você escreve sobre política, e tal e qual Mainardi se serve da caneta virtual para detonar Lula e o PT.
Depois descobri outro link seu que apontava para a bodega, e pensei: Carlos Munhoz, um executivo do marketing que sabe que sou de esquerda e que defendo o governo Lula, mesmo divergindo um pouco quanto a questões de tecnias, me linkando… Bom, não sei como pode duas pessoas que tem conceitos tão antagônicos, tão diferentes se manterem linkados, é meio esquisito, mas isso não vem ao caso, tenho amigos gays que adoro e, no entanto sou hétero.
Por educação resolvi retribuir-lhe o link, e gosto do seu blog sobre marketing.

Como eu já manifestei inúmeras vezes por aqui, prezo a democracia.

O Carlinhos Medeiros, obviamente, não.

O leitor mais atento deste blog poderá localizar, nos links disponíveis no lado direito deste blog, uma série de sites e blogs da “esquerda”, entre eles o blog do Carlinhos Medeiros, “Bodega Cultural”. Mas há outros – basta ver lá.

Estes links estão disponíveis há tempos. E permanecerão.

Por quê ?

Ora, o fato de eu discordar do Carlinhos Medeiros, do Paulo Henrique Amorim, ou de qualquer outro meio/veículo de comunicação (incluindo-se aí sites e/ou blogs) não significa que eu tenha a obrigação de ignorá-los. Sei que existem, registro a existência, visito com alguma regularidade – mas, ainda assim, discordo.

Faz parte da democracia.

Não para o Carlinhos Medeiros, todavia.

Percebe-se isso, facilmente, nos links que ele oferece ao leitor do seu blog: todos são “amigos”. Nenhuma discordância. Revela-se a busca pela hegemonia de pensamento e opinião – e evita-se a qualquer custo o debate democrático, que ofereça qualquer discordância.

Este comportamento em busca da hegemonia tem paralelos em Hitler, Stálin, Mao Tse Tung, Fidel Castro…… Enfim, a lista vai longe.

Todos buscavam a hegemonia. Ainda que de forma ditatorial – isso não importa. O importante é que ninguém discorde de mim.

Até pouco tempo, tinha o blog “Bodega Cultural” em estima razoável. Não vou dizer que “gostava”, porque seria mentira. Mas minha percepção era de que havia por trás dele alguém aberto a um debate democrático.

Errei.

Feio.

Percebi, pelos comentários do Carlinhos Medeiros, que ele é mais um dos milhares de PTralhas baixos, sem caráter, que não têm argumentos (nem sabem como argumentar), e por isso resolverm atacar quem discorde deles. Basta ver o que ele respondeu AQUI.

O Carlinhos Medeiros resolveu exagerar, e afirmou (AQUI) que eu não existo.

Simples.

Como ele não sabia mais o que fazer, disse que eu não existo. Desta forma, ele não precisava mais se preocupar – afinal, eu não existo.

Mas não apenas isso: ele afirmou “Eu já sabia, há tempos, que o “Professor” Carlos Munhoz (vejam que currículo), Gravataí e Fernando Gouveia são as mesmas pessoas.

Então eu não sou eu. Eu sou Gravataí e Fernando Gouveia.

Sério ????????

Putz, preciso avisar meus amigos, meus alunos, minha família……. Não acredito que eles ficarão tão surpresos quanto eu, mas certamente, para alguns, será um choque.

Interessante perceber que o Carlinhos Medeiros tem algum tipo de fixação pelo meu estilo de escrever. Vejam só: “Será que ele acha que pode disfarçar a forma de escrever? A linguagem é a mesma, ademais, eles defendem os mesmos pontos de vistas“.

Ora, ora….Carlinhos Medeiros….. Ou você gosta muito da forma como eu escrevo (o que poderia, quiçá explicar a inveja), ou….. ou…… ou o quê ?

Diz o inventivo Carlinhos Medeiros sobre mim/Gravataí/Fernando Gouveia: “Em vez disso, tal e qual os cientistas malucos que sempre se tornam vilões nas histórias em quadrinho, se serve de frágeis disfarces só para escrever besteiras em seus blogs e atacar quem não compactua com suas idéias e argumentos neofascistas.

Putz, essa é demais….

Estão listados e disponíveis na internet meu perfil do Orkut, meu perfil no blogger (aonde mantenho 2 blogs), meu currículo lattes (aqui), fora artigos meus publicados pela web, além do meu site (aqui). Isso sem falar no blog da empresa júnior da qual sou Professor-Orientador (aqui)….

Será que eu inventei todos os meus alunos que, junto comigo, atualizam o blog ? Será que eles são parte de uma organização fascista que me ajuda a manter as diversas identidades secretas ?

Uma rápida busca pelo Google vai trazer mais coisas ainda….

Isso é uma piada ou apenas um surto forte de esquizofrenia psicótica do Carlinhos Medeiros.

Ele deve ser amigo do tal Ailton Medeiros, que, em Janeiro deste ano, também esteve despejando crises histéricas por aqui, me acusando de não explicitar o que penso (“Vamos falar de outro assunto, porque vc não tem coragem de assumir suas posições políticas.“). Bom, tem uma página aqui no blog fazendo isso – mas a PTralhada costuma ser analfabeta (completa ou funcional), então não é surpresa nenhuma….

Uma das pessoas que o Carlinhos Medeiros de acusa de ser eu já localizei: AQUI.

A outra, não sei. Nunca ouvi falar.

Eu teria pena do Carlinhos Medeiros – se ele fosse apenas doente.

Mas, por ser PTista, não tenho pena. Muito pelo contrário – se morresse, o ganho para a humanidade seria imenso.

Se ele precisa mentir para chamar a atenção na internet, o problema é dele. Por isso mesmo, nem vou tentar discutir os pontos que abordei nos meus comentários. Já tentei, e o resultado foi este surto psicótico.

Tentar explicar ao Carlinhos Medeiros que eu não sou essas pessoas ? Perda de tempo. O coitado está visivelmente abalado.

“Let it be”, como diria o grande Paul McCartney….

Em tempo: o link para o “Bodega Cultural” permanecerá aqui na Sala da Mãe Joana. O Carlinhos Medeiros, depois que se enrolou com os comentários que eu fiz lá no blog dele, deletou o link para o meu blog. Medo ? Pânico ? Psicose ? Mania de perseguição ? Distúrbio hormonal ?

Não sei.

Não me importa.

Mas é assim que agem os incompetentes, os medrosos, os borra-botas.
Não sei responder ? “Fico de mal”.

Simples.

E patético !

2 comentários sobre “Desespero sem causa

  1. Marivone Vieira 30 de agosto de 2008 / 12:19

    Eu só fiquei preocupada com o “anos e anos de leituras inadvertidas”. Será que vão queimar nossos livros? Será que consigo viver sem Oscar Wilde? tsc tsc

  2. Carlos Munhoz 30 de agosto de 2008 / 20:34

    Pois é, Marivone !
    Engraçado é que eu nunca revelei quais livros eu li até hoje, mas o coitado do Carlinhos Medeiros deve saber….. Afinal, ele fez tantas ilações sobre mim…… Segundo ele, sou milico, filho de milico, TFP, fiz academia no Mackenzie, ou me fizeram uma lavagem cerebral. De todas as “acisações”, só uma é parcialmente correta – a de que estudei no Mackenzie. As demais são fruto da imaginação ou da psicose do PTralha.

    Com certeza, ele deve ter elaborado um “index” com todos os livros que eu li – e não deveria ter lido.
    Provavelmente ele preferiria que eu não tivesse lido Platão, Locke, Weber, Marx, Nietszche, Wilde etc….

    Eu, por outro lado, preferiria que o Carlinhos tivesse lido Marx – porque neste caso, pelo menos, haveria alguma indicação de embasamento para defender as posições que ele defende lá. Pelo visto, como é costume, ele apenas copia e cola de algum manual do PT, que costuma estuprar o que Marx realmente escreveu…..

    Enfim, vamos aproveitar para ler o que quisermos enquanto podemos.

    Porque daqui a pouco o PT vai proibir livros também.

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s