Decisões eleitoreiras

Na semana passada, o Kassab anunciou o aumento do tempo permitido para usar o bilhete-único (ver detalhes aqui).

Como era de se esperar, Dona MarTAXA reagiu, afirmando que se tratava de uma medida “eleitoreira” (para alguns detalhes, ver aqui, aqui e aqui).

Como a PTralhada tem memória seletiva (pois só lembra daquilo que interessa e pode ser útil para enganar os desavisados e ignorantes), eis uma contribuição para entendermos quem adota medidas “eleitoreiras”:

Marta anuncia fim da taxa dos motoboys a três semanas da eleição
MILENA BUOSI
da Folha Online

No reduto malufista da Vila Maria (zona norte de SP), a prefeita Marta Suplicy (PT), que tenta a reeleição, anunciou hoje o fim da taxa dos motoboys. A idéia era defendida pelo candidato derrotado Paulo Maluf (PP) durante a campanha para o primeiro turno das eleições.

“Realmente, era uma promessa dele [Maluf], mas tínhamos uma demanda por parte dos motoboys antes disso. E era uma demanda que não podia ser atendida sem uma análise muito cuidadosa”, disse Marta.

Ela afirmou não saber se, com a medida, conquistará os votos dos motoboys. No entanto, disse acreditar que vai ganhar uma “maior simpatia” da categoria. De acordo com a prefeita, a cidade poderá dispensar a arrecadação com a taxa por causa do aumento de 12% do ISS (Imposto Sobre Serviços).

“Com o aumento do ISS, avaliamos que o que conseguimos obter para a cidade em termos de receita [com a taxa] é menos de R$ 1 milhão e a cidade pode dispensar”, disse.

A arrecadação com a taxa dos motoboys, no entanto, fica em torno de menos de R$ 500 mil, segundo afirmou o secretário municipal de Transportes, Gerson Bittencourt. Segundo Bittencourt, o motoboy deixará de pagar cerca de R$ 140 à prefeitura, dos quais R$ 42,02 referem-se ao cadastramento –que é feito uma vez a cada cinco anos–, R$ 71,17 que referem-se ao CCM (Cadastro do Contribuinte Municipal) e R$ 26,12 para a licença. As duas últimas taxas são anuais.

A taxa total paga pelos motoboys é de R$ 317. Excluídos os R$ 140 destinados à prefeitura, o restante é pago em impostos estaduais e investimentos pessoais. Existem na cidade cerca de 120 mil motoboys, dos quais 7.000 já foram cadastrados e outros 40 mil realizaram pré-credenciamento pela internet ou por meio da subprefeitura.

Marta afirmou que tentará convencer os moradores da Vila Maria a votarem nela por meio do corpo-a-corpo e criticando o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que apóia o candidato tucano José Serra. “Nosso governo não só vai ampliar as obras mas foi quem criou-as. Não adianta o candidato Serra dizer que não vai parar esses projetos porque, se isso fosse de fato importante para o PSDB, eles teriam feito com as escolas estaduais um trabalho mais digno”, afirmou.

A prefeita voltou a dizer que o PSDB “é muito bom de propaganda”. Ela realiza caminhada durante a tarde na região acompanhada pelo ex-marido, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), e pelo presidente nacional do PT, José Genoino, que afirmou “ser plenamente viável” reverter a situação de Marta.

Conforme pesquisa Datafolha publicada ontem, a petista tem 39% da intenções de voto, contra 51% de Serra.”Temos de disputar os indecisos. Vamos fazer corpo-a-corpo todos os dias e temos na TV um instrumento importante de convencimento. Já vi eleição virar numa descrença até maior”, disse Genoino. O presidente do PT afirmou que participou, no final de semana, do Círio de Nazaré –uma das principais festas religiosas do país, em Belém (PA)–e comprou uma fitinha vermelha e deu dois nós. “Fiz pedidos para o PT vencer as eleições no segundo turno. Um é para Ana Júlia, em Belém, e outro para a Marta, em São Paulo.”

Eu enviei esta notícia da Folha Online para minha “listinha” de e-mails em 11/10/2004.

Na época, acrescentei o seguinte comentário:

Período de eleição é uma beleza, né ?!

A Prefesta MarTAXA, para atrair votos, se contradiz, e agora considera a receita gerada por UMA das taxas que criou “dispensável”. Ora, se essa taxa é dispensável hoje, porque foi criada (por ela mesma, a MarTAXA Suplício) ???????????

Se as pesquisas continuarem indicando maioria numérica para seu oponente, será que essa incomPTente vai cancelar a taxa do lixo, a taxa da iluminação, a taxa dos elevadores ? Será que agora, no desespero para tentar transformar uma campanha MILIONÁRIA num relativo sucesso (absoluto já é impossível, pois ela perdeu no primeiro turno com uma diferença inesperada), ela vai começar a desfazer as cagadas que ela fez ? Eis uma síntese:

1) paralisou a cidade com obras nababescas e inúteis no ano da eleição (após 3 anos de inatividade crônicanesta área),

2) fraudou uma licitação BIlionária para beneficiar empresas de petistas,

3) está utilizando abertamente a máquina pública (Município e União) para arrendar votos,

4) xingou Deus e o mundo do alto de sua arrogância,

5) maltratou cidadãos que perderam suas casas por conta de enchentes que poderiam ter sido evitadas,

6) jogou pela janela milhões para construir escolas que atendem um percentual ínfimo de pessoas,

7) descumpriu todas as cobranças que a bancada do seu partido fazia quando eram oposição na Assembléia (como a aplicação de 30% do orçamento em educação),

8) aumentou a dívida da Prefeitura de R$ 14 bilhões para R$ 27 bilhões,

9) comprometeu os orçamentos vindouros por conta de uma invenção eleitoreira e sem nenhum planejamento (bilhete único),

10) criou caos no trânsito com os “Passa Rápido” (que acabaram reduzindo a no máximo 1 faixa de rolagem para os carros, enquanto os ônibus passeiam da faixa da esquerda para a faixa da direita e vice-versa),

11) popularizou a “paixão por taxas”: IPTU (progressividade e aumento além da inflação acumulada no período); Taxa do Lixo; Taxa de Iluminação; Taxa de Fiscalização de Anúncios; Taxa de Fiscalização de Estabelecimentos; Incremento do ISS; Aumento da tarifa do ônibus; Aumento do talão Zona Azul; Taxa para caminhões entrarem no Centro; Aumento do número de radares; Taxa do “elevador”;  Taxa dos ” corredores” – permissão onerosa para funcionamento de estabelecimentos irregulares; Taxa da água e cobrança de ISS da SABESP; Anistia onerosa a imóveis irregulares,

12) não abriu nenhum leito na rede hospitalar municipal,

13) apesar de ter aumentado a tarifa, retornou com a prática de subsídios ao transporte,

14) aumentou a verba de publicidade em 2003, saltando de R$25 milhões para R$ 41 milhões,

15) impediu a instalação da CPI dos transportes,

16) criou mais de 1500 novos cargos de confiança (sem concurso, com vencimentos elevadíssimos) na administração municipal.

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s