Eu digo desde 2011 que a Copa do Mundo seria uma roubada

Mais uma seção de “eu disse, eu disse!”.

Eu escrevi aqui no blog algumas vezes que a Copa de futebol não traria tantos benefícios ao país como se divulgou. E, devido aos gastos absurdamente altos, acabaria causando o contrário: prejuízos.
Começou em 2011, quando foi aprovado um projeto de lei para usar dinheiro público para construir o estádio de um time de futebol: escrevi AQUI  e AQUI na época da aprovação da lei.
No primeiro link eu escrevi com todas as letras que os “estudos” apresentados pelo Corinthians e pela Prefeitura de São Paulo para justificar o uso de dinheiro PÚBLICO numa obra PRIVADA estavam todos errados. Os tais “estudos” não passavam de chutes.
Um dos mais comentados à epoca foi encomendado PELA ODEBRECHT à Accenture. Depois disso a FGV publicou um estudo também (de 2013, se não me falha a memória). Furadíssimo também.

Em 2012, eu escrevi AQUI mais um pouco sobre o descalabro que seria usar dinheiro do BNDES para construir um estádio de futebol.

Ainda em 2012, fiz uma breve comparação entre o Itaquerão e a Allian Arena (AQUI), demonstrando que o estádio do Corinthians é um ROUBO.
Roubo de dinheiro PÚBLICO.

Em 2013, depois da realização da Copa das Confederações, escrevi AQUI sobre o resultado decepcionante para os negócios no geral – não apenas turismo. A Copa das Confederações, em termos de negócios, foi um retumbante fiasco.

Agora, leio a seguinte reportagem na BBC Brasil (íntegra AQUI):

Faltando três semanas para a Copa do Mundo, quem quiser visitar algumas das cidades-sede durante o Mundial pode se surpreender com a relativa facilidade para comprar passagens ou fazer uma reserva de hotel.

O medo de preços altos, multidões e caos logístico acabou espantando turistas de lazer tradicionais, sem ingresso para os jogos, e praticamente paralisou o turismo de negócios que costuma encher hotéis e voos em alguns destinos do país.

O resultado é que só 26,5% das passagens aéreas em voos para as cidades-sede durante o Mundial foram vendidas até agora segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Além disso, cerca de 45% dos quartos de hotéis ainda estão vazios, de acordo o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb) – embora em alguns destinos, como o Rio de Janeiro, Recife e Natal, essa taxa de disponibilidade não passe de 20%.

“No caso do setor aéreo, ao menos até agora não tem faltado assento para quem quer viajar nesse período (do Mundial)”, disse a BBC Brasil Marcelo Guaranys, diretor-presidente da Anac, acrescentando que os preços parecem estar adequados.

Até para os jogos em torno da final, no Rio, a ocupação dos voos estaria por volta de 30%.

Guaranys nota o dado curioso de que o destino com maior taxa de comercialização no período da Copa não tem nada a ver com o evento – Campina Grande, na Paraíba, tem voos com 70% das passagens vendidas em função de sua famosa festa de São João.

Mas considerando que, no geral, dois terços dos passageiros de voos domésticos viajam a negócios ou para participar de eventos, segundo a Agência Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), não é difícil entender por que 74,5% dos assentos ainda estão disponíveis, como nota Edson Domingues, professor de economia da Universidade Federal de Minas Gerais.

“As empresas, órgãos governamentais e até organizações internacionais parecem ter evitado programar reuniões ou eventos corporativos em cidades-sede com medo de preços altos e problemas logísticos”, explica Domingues.

No que diz respeito a ocupação dos hotéis, São Paulo tem a menor taxa entre as cidades-sede em parte em função de sua vocação empresarial, segundo Roberto Rotter, presidente do FOHB (que faz sua pesquisa em redes hoteleiras conveniadas).

Todos os dados indicam que, resumidamente, fazer a Copa no Brasil será uma roubada. Basta somar 2+2.

A DERCY SABE SOMAR:

BoEvI3zIIAAYR0w.jpg-large

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s