Quando as propagandas “brigam” com as notícias

As empresas precisam tomar cuidado quando decidem anunciar em jornais e portais noticiosos.

Abaixo, dois exemplos de propagandas que acabaram sendo publicadas em locais, digamos, pouco adequados.

O primeiro exemplo é do portal do New York Times de hoje:

BjguX0XCEAAU8Zl.jpg-large

A manchete faz menção ao caso do avião que “perdeu-se” na Ásia: enquanto o jornal noticia um avião que afundou no oceano, a propaganda do iPad Air bem acima mostra um mergulhador no fundo do mar.

Geralmente esses erros ocorrem porque a área comercial dos jornais não tem relação direta com a redação (editorial). Isso é bom, para evitar qualquer “interferência” ou conflito de interesses – quando uma reportagem noticia um problema envolvendo um dos anunciantes do jornal (digamos, por exemplo, a notícia do recall de carros de um fabricante de automóveis que compre espaço publicitário naquele jornal).

Porém, pode gerar esse tipo de “infelicidade”.

Um outro exemplo está aqui:

Propaganda e manchete

Esse é do Portal UOL: uma notícia sobre o caso do garoto que matou os pais e, bem abaixo, uma propaganda que começa com “Assim você mata o papai”.

É preciso evitar esse tipo de “coincidência”.

Comentários

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s